segunda-feira, 1 de abril de 2013

Vem
Vamos fazer deste quarto o nosso ninho
Tendo a lua iluminando nossos corpos
E sobre os alvos lençóis de nossa cama
Cavalgar no compasso da paixão



Vem, Vem, Vem...
Toca-me com tuas mãos sedentas
Afaga-me os cabelos em desalinho
E num longo e doce beijo
Desnuda-me corpo e alma
E me deixa nua à luz da lua
Desce tuas mãos devagarinho
Acaricia-me a pele ardente
Me afaga os seios...
Sem receios sem pudor
Devora-me a boca
Faz-me louca, insana nesta hora
Não há nada lá fora, só nós dois
E, num doce delírio faz-me tua
Pulsa em mim o teu desejo
Ardente, quente...
A tua chama
Me ama
Desliza tuas mãos em minhas curvas
Descobres caminhos
Minhas sendas, minha seiva
Desfrutas
Como se fosse um mel

Depois
Deixa-me cair exausta em nosso leito
Afagar-te a pele e, em teu peito
Adormecer ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário