segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Homens chamam mulheres para sair e não sabem o estresse que isso gera em nossas vidas. Saibam, rapazes, o que se passa nos bastidores....

Ele te chama para jantar. Você sorri: 'Claro, vamos sim'. Inferno na Terra. Você começa a se reprogramar mentalmente e pensar no que fazer para estar impecável até lá; cancela até seus compromissos. Começa a odisséia....

Você pára de comer, claro. Tem que estar magra no dia do jantar e mulher sempre está gorda. Começa a dieta do queijo: ficar sem comer nada o dia inteiro e, quando sente que vai desmaiar, come uma fatia de queijo.

Fazer pé e mão. Homens perguntam: 'Por quê pé? Ela pode usar sapatos fechados?'. Lei de Murphy: Sempre dá merda...

Um infeliz me levou num restaurante japonês.. Tirei o sapato para sentar nos tatames. Tomei no c_ bonito! Mostrei meu esmalte semi-descascado...
Tem que fazer pé e mão, até porque boa parte dessa raça tem uma tara bizarra por pé feminino. OBS: Isso me emputece. Horas de academia e o cara tem tara na porra do pé...

Hidratação, escova, chapinha, tintura, retoque de raiz, etc.
Aí tem a depilação: perna, axila, virilha, sobrancelha, etc. Puta que pariu...
lá se vai mais uma hora (DOLORIDA) do seu dia.

Chegou o grande dia! Cedo tem a passadinha na academia para malhar desumanamente até quase cuspir o pulmão.

O Zé Ruela não disse onde ia levar a gente.... Dilema: 'Será que estou bem vestida?...' Se te serve de consolo, ele não vai perceber.

Aliás, ele não vai perceber quase NADA. Você pode aparecer de Chanel ou enrolada em um pano qualquer. Eles não reparam em detalhes.. Bom, pelo menos sabem dizer quando estamos bonitas (só não sabem o porquê).

Depois de passar rímel, a babaca fica separando cílio por cílio com palito de
dente pra ficar com um olhar mais bonito...

Homens não entendem, mas tem dias que a gente acorda gorda. Sério! Ontem o corpo estava lindo, e hoje... PORCA! Juro que acontece. Você compra uma roupa para um evento. Na loja fica linda, mas na hora de sair fica um c_.

Se for um desses dias em que seu corpo está um c_ e o espelho de sacanagem com sua cara, você acaba com uma pilha de roupas em cima da cama, chorando e gritando: 'EU NÃO TENHO ROOOOOUUUUUPAAAA'. Aí tem que refazer a maquiagem.

E quando você inventa de colocar aquela calça apertada e tem que deitar na cama e pedir para outro ser humano enfiar ela em você? Uma gracinha, já vai para o jantar lacrada a vácuo. Se espirrar, a calça perfura o pâncreas.

Lingerie feminina ou é bonita, ou é confortável. Você quer usar sua calcinha de algodão, surradinha e confortável, mas totalmente ati-tesônica... Pensa: 'Eu não vou dar para ele hoje mesmo, que se foooda'. 'Mas e se, mesmo sem dar para ele, eu subir uma escada e ele acabar vendo a minha calcinha...Broxará para todo o sempre comigo...'.

Puta da vida, você tira sua calcinha amiga e coloca uma daquelas porras mínimas e rendadas, que vão ficar entrando na sua bunda a noite toda....

Você decide usar o sapato assassino. Lei de Murphy de novo... No meio da noite o animal solta um 'Sei que você adora dançar, vamos dançar! Ao dançar, você tenta fazer parecer que as lágrimas são de emoção.

Uma vez um sapato me machucou tanto, que fiz um bilhete e colei nele, para lembrar de nunca mais usar!.
Pergunta masculina: Por quê você não deu o sapato?????
Porra... custou caro pra cacete. Vou guardar. Eu sei, eu sei, materialista do
caralho. Vou voltar como besouro de esterco na próxima encarnação e comer muito cocô para ver se evoluo espiritualmente! Mas por hora, o sapato fica!

Pronto! Você tá linda, apenas lutando mentalmente com o dilema 'Será que dou para ele? É o terceiro encontro, talvez eu deva dar.... Começa a bater a
ansiedade. Liga para a melhor amiga e diz que não quer mais ir, que sair com
homens é muito estressante e que quer voltar tartaruga na próxima encarnação.
Ela, coitada, escuta pacientemente e tenta te acalmar.

Agora imaginem se depois de tudo isso, o filho da puta liga e cancela o encontro? 'Surgiu um imprevisto, podemos remarcar?'.
Gente, eu fico PUTA com isso! Não, não podemos remarcar. Tá louco?! A essas alturas, a dieta radical do queijo já faz com que você enxergue tudo turvo..

Eles acham que é simples, que a gente levantou da cama e foi direto pro carro deles, lindas desse jeito. Se fode aí, meu! Vem me buscar de maca, cadeira de rodas, no soro, mas NUNCA desmarque com uma mulher. Só em caso de morte de pai ou mãe por AVC no trânsito. Mas isso foi só um pesadelo paranóico. Ele liga e diz que está chegando. Você se perfuma, escova os dentes, entra no carro e ele sequer olha sua roupa. Não repara em NADA, nadinha... Acha que você é assim ao natural e só diz: 'Hummm, tá cheirosa'.

Pior é quando ele tira sua calça junto com a calcinha e nem vê. Pois é, Minha
Amiga, você passou a noite toda com a rendinha atochada no rego (que por sinal custou muito caro) para nada...
Homens, uma calcinha de marca custa o mesmo que um MP4!!
Favor tirar sem rasgar.

No meio da noite, já não sinto os dedos do pé, é o princípio de gangrena em
função do sapato bico fino. Ele conta piadas e ri . Eu também estaria rindo se
não fosse essa calcinha intra-uterina raspando o colo do meu útero'..

Sinto meu estômago fagocitando meu fígado, mas só belisco a comida de leve, constrangida dele achar que eu como muito.

Para finalizar, veja quanto custa esse jantarzinho para nós, mulheres:

Roupa................ ......... ......... ......R$ 200,00
Lingerie..... .......... ......... ......... .....R$ 80,00
Maquiagem... ......... .......... ......... .R$ 50,00
Sapato...... ......... ......... ............ ....R$ 140,00
Depilação............. ......... ......... ....R$ 50,00
Mão e pé........... .......... ......... ......R$ 30,00
Perfume francês..... ...... ......... .....R$ 130,00 (se for o de 30 ml....)
Pílula anticoncepcional. ......... .......R$ 20,00

JOGANDO O VALOR PARA BAIXO, gastamos uns R$ 700,00. Entendem porquê o homem TEM QUE PAGAR A CONTA?

'Mulheres existem para serem amadas, não para serem entendidas..' (Vinicius de Moraes).

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

A MULHER E O BANHEIRO!!!



O grande segredo de todas as mulheres com relação aos banheiros é que quando pequenas, quem as levava ao banheiro era sua mãe. Ela ensinava a limpar o assento com papel higiênico e cuidadosamente colocava tiras de papel no perímetro do vaso e instruía: "Nunca, nunca sente em um banheiro público".

E, em seguida, mostrava "a posição", que consiste em se equilibrar sobre o vaso numa posição de sentar sem que, no entanto, o corpo não entre em contato com o vaso.

"A Posição" é uma das primeiras lições de vida de uma menina, super importante e necessária, e irá nos acompanhar por toda a vida. No entanto, ainda hoje, em nossa vida adulta, "a posição" é dolorosamente difícil de manter quando a bexiga está estourando.

Quando você TEM que ir ao banheiro público, você encontra uma fila de mulheres, que faz você pensar que o Brad Pitt deve estar lá dentro. Você se resigna e espera, sorrindo para as outras mulheres que também estão com braços e pernas cruzados na posição oficial de "estou me mijando".

Finalmente chega a sua vez, isso, se não entrar a típica mamãe com a menina que não pode mais se segurar. Você, então verifica cada cubículo por baixo da porta para ver se há pernas. Todos estão ocupados. É sempre assim.

Finalmente, um se abre e você se lança em sua direção quase puxando a pessoa que está saindo. Você entra e percebe que o trinco não funciona. Ele nunca funciona. Você então pendura a bolsa no gancho que há na porta e se não há gancho (quase nunca há gancho), você inspeciona a área.

O chão está cheio de líquidos não identificados e você não se atreve a deixar a bolsa ali, então a pendura no pescoço enquanto observa como ela balança sob o teu corpo, sem contar que é quase decapitada pela alça porque a bolsa está cheia de bugigangas que você foi enfiando lá dentro, a maioria das quais não usa, mas que guarda porque nunca se sabe.

Mas, voltando à porta... Como não tinha trinco, a única opção é segurá-la com uma mão, enquanto, com a outra, abaixa a calcinha com um puxão e se coloca "na posição".

* Alívio... AAhhhhhh... Finalmente! *

Nessa hora os músculos começam a tremer. Você está suspensa no ar, com as pernas flexionadas e a calcinha cortando a circulação das pernas, o braço fazendo força contra a porta e uma bolsa de 5 kg pendurada no pescoço.

Você adoraria sentar, mas não teve tempo de limpar o assento nem de cobrir o vaso com papel higiênico. No fundo, você acredita que nada vai acontecer, mas a voz de tua mãe ecoa na tua cabeça "jamais sente em um banheiro público!" e, assim, você mantém "a posição" com o tremor nas pernas.

E, por um erro de cálculo na distância, um jato finíssimo salpica na tua própria bunda e molha até tuas meias! Por sorte, não molha os sapatos. Adotar "a posição" requer grande concentração. Para tirar essa desgraça da cabeça, você procura o rolo de papel higiênico, maaassss, puuuuta que o pariuuuu! O rolo está vazio. Isso sempre acontece.

Então você pede aos céus para que, nos 5kg de bugigangas que você carrega na bolsa, haja pelo menos um miserável lenço de papel. Mas, para procurar na bolsa, você tem que soltar a porta. Você pensa por um momento, mas não há opção.

E, assim que você solta a porta, alguém a empurra e você tem que freiá-la com um movimento rápido e brusco enquanto grita OCUPAAADOOOO!

Aí, você considera que todas as mulheres esperando lá fora ouviram o recado e você pode soltar a porta sem medo, pois ninguém tentará abri-la novamente (nisso, nós mulheres nos respeitamos muito) e você pode procurar teu lenço sem angústia.

Você gostaria de usar todos, mas quão valiosos são em casos similares e você guarda um, por via das dúvidas. Você então começa a contar os segundos que faltam para você sair dali, suando porque você está vestindo o casaco já que não há gancho na porta ou cabide para pendurá-lo.

É incrível o calor que faz nestes lugares tão pequenos e nessa posição de força que parece que as coxas e panturrilhas vão explodir. Sem falar da porrada que você levou da porta, a dor na nuca pela alça da bolsa, o suor que corre da testa, as pernas salpicadas.

A lembrança de tua mãe, que estaria morrendo de vergonha se te visse assim, porque sua bunda nunca tocou o vaso de um banheiro público, porque, francamente, "você não sabe que doenças você pode pegar ali". Nessa hora você está exausta.

Ao ficar de pé você não sente mais as pernas. Você acomoda a roupa rapidíssimo e tira a alça da bolsa por cima da cabeça! Então, vai a pia lavar as mãos. Está tudo cheio de água, então você não pode soltar a bolsa nem por um segundo. Você a pendura em um ombro, e não sabendo como funciona a torneira automática, você a toca até que consegue fazer sair um filete de água fresca e estende a mão em busca de sabão.

Você se lava na posição de corcunda de notre dame para não deixar a bolsa escorregar para baixo do filete de água. O secador? Você nem usa. É um traste inútil, então você seca as mãos na roupa porque nem pensar usar o último lenço de papel que sobrou na bolsa para isso.

Finalmente você sai do inferno. Sorte se um pedaço de papel higiênico não tiver grudado no sapato e você sair arrastando-o, ou pior, a saia levantada, presa na meia-calça, que você teve que levantar à velocidade da luz, e te deixou com a bunda à mostra! Nesse momento, você vê o teu carinha que entrou e saiu do banheiro masculino e ainda teve tempo de sobra para ler um livro enquanto esperava por você.

"Por que você demorou tanto?" — pergunta o idiota.

Você se limita a responder: "A fila estava enorme"

E esta é a razão porque as mulheres vão ao banheiro em grupo. Por solidariedade, já que uma segura a tua bolsa e o casaco, a outra segura a porta e assim fica muito mais simples e rápido já que você só tem que se concentrar em manter "a posição" e a dignidade.

Obrigada a todas as amigas que já me acompanharam ao banheiro.

E tudo mudou..



O rouge virou blush
O pó-de-arroz virou pó-compacto
O brilho virou gloss

O rímel virou máscara incolor
A Lycra virou stretch
Anabela virou plataforma
O corpete virou porta-seios
Que virou sutiã
Que virou lib
Que virou silicone

A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
A escova virou chapinha
"Problemas de moça" viraram TPM
Confete virou MM

A crise de nervos virou estresse
A chita virou viscose.
A purpurina virou gliter
A brilhantina virou mousse

Os halteres viraram bomba
A ergométrica virou spinning
A tanga virou fio dental
E o fio dental virou anti-séptico bucal

Ninguém mais vê...

Ping-Pong virou Babaloo
O a-la-carte virou self-service

A tristeza, depressão
O espaguete virou Miojo pronto
A paquera virou pegação
A gafieira virou dança de salão

O que era praça virou shopping
A areia virou ringue
A caneta virou teclado
O long play virou CD

A fita de vídeo é DVD
O CD já é MP3
É um filho onde éramos seis
O álbum de fotos agora é mostrado por email

O namoro agora é virtual
A cantada virou torpedo
E do "não" não se tem medo
O break virou street

O samba, pagode
O carnaval de rua virou Sapucaí
O folclore brasileiro, halloween
O piano agora é teclado, também

O forró de sanfona ficou eletrônico
Fortificante não é mais Biotônico
Bicicleta virou Bis
Polícia e ladrão virou counter strike

Folhetins são novelas de TV
Fauna e flora a desaparecer
Lobato virou Paulo Coelho
Caetano virou um chato

Chico sumiu da FM e TV
Baby se converteu
RPM desapareceu
Elis ressuscitou em Maria Rita?
Gal virou fênix
Raul e Renato,
Cássia e Cazuza,
Lennon e Elvis,
Todos anjos
Agora só tocam lira...

A AIDS virou gripe
A bala antes encontrada agora é perdida
A violência está coisa maldita!

A maconha é calmante
O professor é agora o facilitador
As lições já não importam mais
A guerra superou a paz
E a sociedade ficou incapaz... 


E tudo mudou...

O rouge virou blush
O pó-de-arroz virou pó-compacto
O brilho virou gloss

O rímel virou máscara incolor
A Lycra virou stretch
Anabela virou plataforma
O corpete virou porta-seios
Que virou sutiã
Que virou lib
Que virou silicone

A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
A escova virou chapinha
"Problemas de moça" viraram TPM
Confete virou MM

A crise de nervos virou estresse
A chita virou viscose.
A purpurina virou gliter
A brilhantina virou mousse

Os halteres viraram bomba
A ergométrica virou spinning
A tanga virou fio dental
E o fio dental virou anti-séptico bucal

Ninguém mais vê...

Ping-Pong virou Babaloo
O a-la-carte virou self-service

A tristeza, depressão
O espaguete virou Miojo pronto
A paquera virou pegação
A gafieira virou dança de salão

O que era praça virou shopping
A areia virou ringue
A caneta virou teclado
O long play virou CD

A fita de vídeo é DVD
O CD já é MP3
É um filho onde éramos seis
O álbum de fotos agora é mostrado por email

O namoro agora é virtual
A cantada virou torpedo
E do "não" não se tem medo
O break virou street

O samba, pagode
O carnaval de rua virou Sapucaí
O folclore brasileiro, halloween
O piano agora é teclado, também

O forró de sanfona ficou eletrônico
Fortificante não é mais Biotônico
Bicicleta virou Bis
Polícia e ladrão virou counter strike

Folhetins são novelas de TV
Fauna e flora a desaparecer
Lobato virou Paulo Coelho
Caetano virou um chato

Chico sumiu da FM e TV
Baby se converteu
RPM desapareceu
Elis ressuscitou em Maria Rita?
Gal virou fênix
Raul e Renato,
Cássia e Cazuza,
Lennon e Elvis,
Todos anjos
Agora só tocam lira...

A AIDS virou gripe
A bala antes encontrada agora é perdida
A violência está coisa maldita!

A maconha é calmante
O professor é agora o facilitador
As lições já não importam mais
A guerra superou a paz
E a sociedade ficou incapaz... 

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

AMIGO NÃO TEM DEFEITO





O dono de uma loja estava colocando um anúncio na porta: “Cachorrinhos à venda”. Esse tipo de anúncio sempre atrai as crianças, e logo um menininho apareceu na loja perguntando:
- Qual o preço dos cachorrinhos?
O dono respondeu:
- Entre R$ 30,00 e R$ 50,00.
O menininho colocou a mão em seu bolso e tirou umas moedas:
- Só tenho R$2,37. Posso vê-los???
O homem sorriu e assobiou...
De trás da loja saiu sua cachorra correndo seguida por cinco cachorrinhos. Um dos cachorrinhos estava ficando para trás. O menininho imediatamente apontou o cachorrinho que estava mancando.
- O que aconteceu com esse cachorrinho? - perguntou.
O homem lhe explicou que quando o cachorrinho nasceu, o veterinário lhe disse que tinha uma perna defeituosa e que andaria mancando pelo resto de sua vida.
O menininho se emocionou e exclamou:
- Esse é o cachorrinho que eu quero comprar!
E o homem respondeu:
- Não, você não vai comprar esse cachorro, se você realmente o quer, eu te dou de presente.
E o menininho não gostou, e olhando direto nos olhos do homem lhe disse:
- Eu não o quero de presente. Ele vale tanto quanto os outros cachorrinhos e eu pagarei o preço completo. Agora vou lhe dar meus R$ 2,37 e a cada mês darei R$ 0,50 até que o tenha pago por completo.
O homem respondeu:
- Você não quer de verdade comprar esse cachorrinho, filho. Ele nunca será capaz de correr, saltar e brincar como os outros cachorrinhos.
O menininho se agachou e levantou a perna de sua calça para mostrar sua perna esquerda, cruelmente retorcida e inutilizada, suportada por um grande aparato de metal. Olhou de novo ao homem e lhe disse:
- Bom, eu também não posso correr muito bem, e o cachorrinho vai precisar de alguém que o entenda.
O homem estava agora envergonhado e seus olhos se encheram de lágrimas... Sorriu e disse:
- Filho, só espero que cada um destes cachorrinhos tenham um dono como você!!!
Na vida não importa como somos, mas que alguém te aprecie pelo que você é, e te aceite e te ame incondicionalmente. Um verdadeiro amigo é aquele que chega quando o resto do mundo já se foi.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

" O Tempo foi algo que inventaram
                                                          para que as coisas não acontecessem
                                                                                                                           todas de uma vez"
 



Tudo vem no  momento certo...

É  impressionante como Deus fala com a gente quando a gente  mais precisa. 
Foi difícil decidir para quem enviar, pois todos querem oração, mas nem  todos fazem oração.
Espero ter  escolhido as pessoas corretas.
Por favor,  me retorne esta mensagem (você verá porque).
Que todos  os que a receberem sejam abençoados. 
Lembre -se  de orar. É tudo que tens a fazer. Não há nenhum arquivo anexo. Somente  envie. 
Orar é um  dos melhores presentes gratuitos que recebemos. 
Não há nenhum  custo, somente recompensa. Garanta que irá orar, e ore acreditando que  DEUS responderá.. 
"Que hoje se realize tudo o que você quer”. 

Que a paz  do CRIADOR e o frescor dos anjos estejam em seus pensamentos,  dominem a noite em seus sonhos e estejam sobre todos os seus medos.
Que o CRIADOR  se manifeste de uma maneira jamais experimentada por você.
Que  seus desejos sejam atendidos, inclusive seus sonhos mais íntimos e  suas orações sejam respondidos. 
Minha  oração é para que você tenha FÉ. Minha oração é para que seus espaços  sejam aumentados, minha oração é pela paz, cura, saúde, felicidade,  prosperidade, alegria e um verdadeiro e eterno amor a DEUS.'
Agora  envie isso para doze pessoas, dentro de 5 minutos, me incluindo, VC verá  pq. 
Amei ter recebido. 
Espero que vc sinta o mesmo!

domingo, 18 de setembro de 2011

A R I Q U E Z A V E R D A D E I R A







Um dia um homem que acreditava na vida após a morte, e que valorizava o ser mais que o ter, hospedou-se na casa de um materialista convicto, em bela mansão de uma cidade européia.
Depois da ceia, o anfitrião convidou o hóspede para visitar sua galeria de artes e começou a enaltecer os bens materiais que possuía, de maneira soberba.

Falou que o homem vale pelo que possui, pelo património que consegue acumular durante sua vida na Terra.
Exibiu escrituras de propriedades as mais variadas, jóias, títulos, valores diversos.
Depois de ouvir e observar tudo calmamente, o hóspede falou da sua convicção de que os bens da Terra não nos pertencem de fato, e que mais cedo ou mais tarde teremos que deixá-los.

Argumentou que os verdadeiros valores são as conquistas intelectuais e morais e não as posses terrenas, sempre passageiras.
No entanto, o materialista falou com arrogância que era o verdadeiro dono de tudo aquilo e que não havia ninguém no mundo capaz de provar que todos aqueles bens não lhe pertenciam.

Diante de tanta teimosia, o hóspede propôs-lhe um acordo:
- Já que é assim, voltaremos a falar do assunto daqui a cinqüenta anos, está bem?
- Ora, disse o dono da casa, daqui a cinqüenta anos nós já estaremos mortos, pois ambos já temos mais de sessenta e cinco anos de idade!

O hóspede respondeu prontamente:
- É por isso mesmo que poderemos discutir o assunto com mais segurança, pois só então você entenderá que tudo isso passou pelas suas mãos mas, na verdade, nada disso lhe pertence de fato.
Chegará um dia em que você terá que deixar todas as posses materiais e partir, levando consigo somente suas verdadeiras conquistas, que são as virtudes do espírito imortal.
E só então você poderá avaliar se é verdadeiramente rico ou não.

O homem materialista ficou contemplando as obras de arte ostentadas nas paredes de sua galeria, e uma sombra de dúvida pairou sobre seu olhar, antes tão seguro.
E uma voz silenciosa, íntima, lhe perguntava:
- Que diferença fará, daqui a cem anos, se você morou em uma mansão ou num casebre?
- Se comprou roupas em lojas sofisticadas ou num bazar beneficente?
- Se bebeu em taças de cristal ou numa concha de barro?
- Se comeu em pratos finos ou numa simples marmita?
- Se pisou em tapetes caros ou sobre o chão batido?
- Se teve grande reserva financeira ou viveu com um salário mínimo?
- Que diferença isso fará daqui a cem anos?
Absolutamente nenhuma !

No entanto, o que você fizer do seu tempo na Terra, fará muita diferença em sua vida, não só daqui a cem anos, mas por toda a eternidade

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Ah! Essa mulher...









Ah! Essa mulher que me domina com olhos penetrantes,
me encanta e seca as energias como um sol efervescente,
agarra-me com braços fortes, fascina-me com seu abraço.
Admira meus encantos e nos incendeia com fogo sagrado,
com seu cheiro que me alucina os desejos mais profundos,
com seus beijos que me excitam e torturam os meus orgãos,
com seu belo corpo que remexe as nossas lavas de vulcões
guardadas no fundo dos nossos mais profundos desejos.

Ah! Essa mulher que me toca e aperta forte as nádegas,
que com força me agarra e me faz sentir em vai-e-vem,
me usa sedenta de amor e me consome a seu bel prazer.
Como um beija-flor que sorve a doce energia das flores,
suga todas as minhas sinergias, se eleva, e leva pra si mesma
toda a minha divina falange de bons anjos protetores.
Arrepia-me despertando todos os meus antigos devaneios,
e de mãos no meu corpo perfaz muitos longos passeios.

Ah! Essa mulher que me cobre de beijos e profundos anseios,
que me busca pra satisfazer seus puros desejos, em recreio
deixa marcas de dentes cravadas em meu pescoço, adentro
morde com força os meus braços, lambe e beija os membros,
que me dá banho quente como se eu fosse doce criança.
E, pra me fazer de novo objeto de suas ansiedades e desejos,
expõe de novo minha anatomia nua, entregue, sem segredos,
como se eu fosse seu bicho de estimação, sómente seu.

Ah ! Essa mulher que faz explodir em mim o homem pleno:
o ser quase perfeito de raras qualidades, predestinadas;
o amante ardente de gestos delicados em todas as horas;
o macho de pegada forte que lhe arrasta e come na cama,
que lambe suas entranhas e todos os seus sutis recantos,
que pouco se importa com o tempo e o lugar, nem os modos;
o ser que se surprende com as fatídicas surpresas do destino
para ser o dono único, puro e exclusivo dos seus carinhos.

Ah! Essa mulher...


Jethrull Giant

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

BASTARIA UM OLHAR...





Nem um instante de um mísero olhar?
Quem sabe apenas um pequeno beijo sedento no ar?
Poderia dar um doce sorriso de amar?
Gostaria de um vaso de flores a desabrochar?
Por que não um piscar de olhos pro amor fazer amar?
Poderia ter um sorriso no canto da boca pra alegrar?
Nem um carinho terno pra encantar?
Quem sabe um pedaço grande de bolo pra degustar?
Poderia levar um chocolate pra fazer suspirar?
Quem sabe um beijinho bem na testa pra apaixonar?
Ou um toque de dedos na face pra emocionar?

Bastaria um olhar doce e bem terno para emocionar;
um sorriso nos cantos da boca pra integrar;
um beijo romântico de selinho no ar pra intensificar;
um buquê de rosas vermelhas pra fazer chorar;
um piscar juntos de olhares felizes para mais integrar;
ou um carinho no olhar pra eternizar;
a boca toda suja de bolo pra festejar;
uma barra de chocolate preto pra deliciar.
Bastaria um olhar, um cheirar, um sentir e apaixonar.





PIETRO BIAGGI

domingo, 11 de setembro de 2011

O verdadeiro amor





O médico então lhe perguntou:
- Por que a pressa?
e ele respondeu:
- Todos os dias neste horário vou visitar minha esposa que está em um asilo.
E o médico comentou:
- Que bacana! Então vocês matam as saudades, batem papo, namoram um pouquinho!
E o velhinho diz:
- Não! Ela não me reconhece mais, por causa de sua doença.
O médico surpreso então pergunta:
- Mas por que então tanta pressa para vê-la, já que não o reconhece mais?
E com um sorriso no rosto, o velhinho responde:
- Mas eu a reconheço! Eu sei quem ela é e o que representa na minha vida a tantos anos. Por isso todos os dias eu a reconquisto, como se cada conquista fosse única e verdadeira.
Este é o verdadeiro amor

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Os fios da nossa vida




Sonia Weil- leitura espirita

Toda vez que amamos uma pessoa lançamos, por assim dizer, um fio de nossa energia sobre ela, o que cria uma conexão viva entre os dois campos vibratórios, mesmo à distância. Dessa forma, sentimos quando ela não está bem ou quando pensa em nós intensamente.

Projetamos esse fio de conexão também sobre os amigos, as pessoas que gostamos, os projetos que temos; toda vez que nos identificamos com alguém e alguma coisa, lançamos nela uma parte de nossa energia, criando o vínculo.

Da mesma forma, quando odiamos alguém ou temos medo de algo, também nos ligamos energeticamente, mesmo sem querer. Quantas vezes ouvimos falar de pessoas que durante anos e anos ficaram presas entre si pelo ódio, sempre realimentado, sem conseguir seguir adiante na sua vida...

As situações mal resolvidas no passado formam muitas vezes uma rede de fios que carregamos nas costas (à imagem dos cães que arrastam na neve os trenós nos países gelados ) – continuamos arrastando as lembranças e culpas pela vida afora - e empenhando tanta energia nisso que pouco sobra para estarmos disponíveis para o presente. Ficamos, literalmente, amarrados ao passado.

Vivemos, assim, em meio a uma rede de fios que nos liga às pessoas, situações, ideais, medos, lembranças e esperanças.

Esse vínculo pode ser muito prazeroso em certas situações, como quando amamos; mas quando o contato termina, muitas vezes sentimos que uma parte de nós ficou com o outro. Embora estejamos nos referindo aos sonhos e expectativas, isso ocorre realmente em termos energéticos.

É necessário puxar o fio de volta, resgatar a energia que ficou projetada sobre o outro, e Integra-lá novamente em si mesmo. Voltar a estar inteiro.

O perdão é uma forma de fazer isso. Ao perdoar o outro, abrimos mão de toda expectativa lançada sobre ele e com isso trazemos de volta toda a nossa energia que com ele estava – seja sob a forma de amor, mágoa, raiva ou desejo de vingança. Ao liberar o outro, nos libertamos também.

Da mesma forma, ao resolvermos internamente alguma situação do passado - aceitando as coisas da forma como aconteceram, mesmo que não tenha sido da maneira como esperávamos - recebemos de volta a energia lá investida e que até aí estava paralisada.

Ao fazer isso, fecha-se a brecha, e nos tornamos mais completos novamente. O que o outro faz não nos afeta mais. O que aconteceu é passado. Nos tornamos mais atentos ao presente. E, principalmente, mais disponíveis para a vida.
Isso é saber viver
!

A Felicidade!







A felicidade é tão simples e sutil, que a maioria das pessoas passa uma vida inteira, sem saber que existe esse tipo de sensação...

Fomos “condicionados” à procurar a felicidade em coisas que são tidas como fonte de felicidade.

O Universo nos presenteia o tempo todo!!!
Basta saber calar, e ouvir a voz do coração...
Se for preciso, feche os olhos, às vezes isso ajuda...
Sinta o pulsar do Universo, sinta o pulsar do seu coração, sinta ...
Apenas Sinta...

Acreditar, é o primeiro passo!!!


É simples assim... : )

A vida me ensinou..





A vida me ensinou...
A dizer adeus às pessoas que amo,

Sem tira-las do meu coração;

Sorrir às pessoas que não gostam de mim,
Para mostra-las que sou diferente do que elas pensam;

Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade,
Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;

Calar-me para ouvir;
Aprender com meus erros .
Afinal eu posso ser sempre melhor.

A lutar contra as injustiças;
Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo,

A ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;

Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente,
Pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente,
Pois também preciso desse amor;

A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordado;
A acordar para a realidade (sempre que fosse necessário);
A aproveitar cada instante de felicidade;

A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;

A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;

A abrir minhas janelas para o amor;
A não temer o futuro;

Me ensinou e esta me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.

Charles Chaplin

Quando....





Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.

Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
... Hoje sei que isso é...Autenticidade.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é... Respeito.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a... Humildade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!!



Charles Chaplin

BEIJOOOOOOOOOOOOO....









O importante é beijar. Seja na boca, bochecha, testa, nariz, de esquimó, na mão, tem que beijar e tem que ser FELIZ!!!!

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

BALEIA OU SEREIA?



Ontem vi um outdoor da Runner, com a foto de uma moça de biquíni e a frase:
"Neste verão, qual você quer ser? Sereia ou Baleia?"

Respondo:

Baleias sempre estão cercadas de amigos.
Baleias têm vida sexual ativa, engravidam e têm filhotinhos fofos.
Baleias amamentam. Baleias nadam por aí, singrando os mares e conhecendo lugares legais como as banquisas de gelo da Antártida e os recifes de coral da Polinésia.
Baleias têm amigos golfinhos. Baleias comem camarão à beça.
Baleias esguicham água e brincam muito. Baleias cantam muito bem e têm até CDs gravados.
Baleias são enormes e quase não têm predadores naturais. Baleias são lindas e amadas.

Sereias não existem.
Se existissem viveriam em crise existencial:
"Sou um peixe ou um ser humano?"

Runner, querida, prefiro ser baleia !


Garotas Reais Não São Perfeitas
Garotas Perfeitas Não São Reais

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

SENTIMENTOS....

De acordo com o dicionário Michaelis, sentimento é “a faculdade ou capacidade de sentir, de receber impressões mentais; sensação psíquica, tal como as paixões, o pesar, a mágoa, o desgosto etc.; disposição para ser facilmente comovido ou impressionado.”
Parem para refletir: quantas pessoas não encontramos que se aproveitam dessa disposição à comoção e abusam dos sentimentos dos outros?
É muito comum nos depararmos com pessoas que levam uma relação sem demonstrar, em nenhum momento, empatia ou preocupação pelo outro.
Pensemos em uma convivência entre amigos: sem saber dar valor a uma verdadeira amizade, algumas pessoas constroem esse relacionamento sem muitos cuidados e, na hora que seu ego ou interesse decidir, deixam de lado o amigo que, a esta altura, já o considerava como parte integrante de sua vida.
Em um relacionamento a dois, um dos lados pode alimentar expectativas no outro até o ponto em que seu ‘medo de se envolver’ permitir. Por exemplo: começa-se um relacionamento e conforme a convivência vai aumentando o sentimento vai crescendo. Quando o envolvimento já se tornou consideravelmente imponente, um dos lados, por medo de se envolver, rompe abruptamente este relacionamento, enquanto o outro fica sem saber o que faz com o sentimento que alimentou…
Claro que essa é apenas uma das hipóteses: há aqueles que realmente possuem o prazer de alimentar dois ou três relacionamentos ao mesmo tempo e, de fato, não se importam se o outro lado vai se envolver a ponto de se magoar futuramente. Há outros que, por insegurança, necessitam ter sempre ao redor pessoas que os lembrem de suas qualidades uma vez que, sozinhos, não se bastam; alguns já foram feridos no passado e, evitando novas decepções rompem relações que os expõem demais ao julgamento do outro.
Para aqueles que ouvindo conversas como essa ou lendo esse texto declaram que ficarão atentas e desconfiadas, peço para que, por favor, não deixem de viver um sentimento legítimo por medo de se frustrar. Talvez, vocês encontrem pessoas que brinquem com os seus sentimentos, talvez não… Mas, tentando evitar o sofrimento e julgar racionalmente quem é íntegro e merece o seu respeito ou não, você pode deixar passar o grande amor da sua vida ou perder um grande amigo. Viva e arrisque. Se não der certo, sua alma e coração estarão em paz, pois terão feito a parte que lhes cabia.
Agora se você se encontrou em uma das situações citadas acima ou sabe que, em algumas situações, é responsável consciente por magoar outras pessoas, por favor, reveja suas prioridades. Como disse, muitas vezes é uma ação involuntária e nem sempre é proposital, contudo, reflita que não deve ser justo fazer outra pessoa sofrer para evitar o próprio sofrimento ou, simplesmente, alimentar o seu ego. Mude suas atitudes e comece a respeitar aqueles que lhe devotam carinho e atenção nas diversas áreas da vida; lembre-se que relacionamentos se cultivam e, quanto mais profunda a raiz, mais doloroso é o processo de arrancá-la.
Eu, de fato, acredito que tudo que é feito aqui sempre terá um retorno. Não é, definitivamente, um jogo de culpas e castigos – resume-se simplesmente na energia que vibramos: se repetimos sempre as mesmas atitudes, cedo ou tarde, de alguma maneira, voltará para nós…
Brincar com o sentimento dos outros é algo delicado e que envolve alma, desejos, coração, expectativas e emoção. Respeite o próximo e se não for por uma atitude empática, que seja por amor-próprio, como se bradasse ao mundo: eu também quero e mereço ser respeitado!
Pense nisso!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Desafios Você não pode pensar que tudo na vida vai acontecer da maneira como você gostaria que acontecessem. Não dá pra esperar que o comportamento dos outros irá combinar com os seus sentimentos, atitudes e valores. Você não pode imaginar que os outros serão – sempre – suaves, gentis, generosos e amorosos com você. Diz-se que tanto a chuva quanto o sol são necessários para formar um arco-íris. Portanto, encare os seus desafios – são eles que criam os campeões.


 (BKumaris)

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

‎''Diante da quietude ... o pensamento se desliza sobre as calmas águas do tempo.''


HUMILDADE







Depois de tudo discernir a respeito de tudo, cheguei á conclusão que o propósito de minha existência é o mesmo que o de um grão de poeira cósmica, hoje eu existo para compor a matéria prima na formação animal, amanhã voltarei ao pó para compor o substrato de qualquer dejeto em fase terminal, porém se esta for a razão de ser, estarei sempre sendo útil a algum propósito, e é isto que me fortalece, pois percebo assim um significado existencial que me aproxima Daquele ser superior, pois temos a mesma essência em comum, a percepção da mais importante lei que rege o universo, a HUMILDADE

Sentimentos...

Um dos atos mais notáveis na humanidade, é o modo de expressar os "sentimentos".
Talvez o motivo deles existirem, seja pelo simples fato de necessitarmos demonstrar o carinho e o afeto por aqueles que amamos.
Compreender os horrores da vida é também uma de nossas missões aqui na terra. O homem só percebe o seu propósito depois de não procurar mais respostas para todas as suas perguntas.
A Vida sempre mostra ter vários caminhos, e cabe você escolher qual seguir... As escolhas são nada mais nada menos que a razão se manifestando a respeito de atitudes. Sabe-se que os sentidos e decisões nunca agem sozinhos. Acompanhados de sentimentos e desejos, as atitudes mostram-se involuntárias as vezes, mesmo que sem querer e revelam um outro lado que nem sempre conhecemos.
O medo que muitos passam a sentir depois que se começa a perceber os caminhos que a vida nos leva, é o de não saber entender se suas decisões estão corretas.
O ponto chave não é se lamentar pela escolha errada, mas não se desanimar em meio a barreira que poderá se formar em tua frente.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Viagem Para Dentro de Si



Hoje existem edifícios mais altos e estradas mais largas, porém temperamentos pequenos e pontos de vista mais estreitos. Gastamos mais, porém desfrutamos menos. Temos casas maiores, porém famílias menores. Temos mais compromissos, porém menos tempo. Temos mais conhecimentos, porém menos discernimento. Temos mais remédios, porém menos saúde. Multiplicamos nossos bens, porém reduzimos nossos valores humanos.

Falamos muito, amamos pouco e odiamos demais. Chegamos à lua, porém temos problemas para atravessar a rua e conhecer nosso vizinho. Conquistamos o espaço exterior, porém não o interior. Temos dinheiro, porém menos moral... É tempo de mais liberdade, porém de menos alegrias... Tempo de mais comida, porém menos vitaminas...

Dias em que chegam dois salários em casa, porém aumentam os divórcios. Dias de casas mais lindas, porém de lares desfeitos. Por tudo isso, proponho que de hoje e para sempre... Você não deixe nada " para uma ocasião especial ", porque cada dia que você viver será uma ocasião especial. Procure “Deus”... Conheça-o. Leia mais, sente na varanda e admire a paisagem sem se importar com as tempestades. Passe mais tempo com sua família e com seus amigos, coma sua comida preferida, visite os lugares que ama.

A vida é uma sucessão de momentos para serem desfrutados, não apenas para sobreviver. Use suas taças de cristal, não guarde seu melhor perfume, é bom usá-lo cada vez que sentir vontade. As frases: "Um desses dias", "Algum dia", elimine-as de seu vocabulário. Escreva aquela carta que pensava escrever "Um desses dias".

Diga a seus familiares e amigos o quanto os ama. Por isso não protele nada daquilo que somaria à sua vida sorrisos e alegria. Cada dia, hora e minuto são especiais... e você não sabe se será o último... Se você está tão ocupado e não pode mandar esta mensagem para alguém que você gosta e diz a si mesmo que a mandará "um desses dias" pense que "um desses dias" pode estar muito longe ou pode ser que nunca chegue... Um bom começo de mudança!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Palavras que vêm do coração

Era uma vez um grande homem que se casou com a mulher dos seus sonhos. Com seu amor, criaram uma menina. Quando a menina estava crescidinha, o grande homem a abraçava dizendo:
- Eu te amo minha garotinha. A menina fazia beicinho e respondia:
- Não sou mais uma garotinha. O homem ria, e dizia:
- Para mim, você sempre será minha garotinha.
Era uma vez um grande homem que se casou com a mulher dos seus sonhos. Com seu amor, criaram uma menina. Quando a menina estava crescidinha, o grande homem a abraçava dizendo:
- Eu te amo minha garotinha. A menina fazia beicinho e respondia:
- Não sou mais uma garotinha. O homem ria, e dizia:
- Para mim, você sempre será minha garotinha.

A menina que já não era assim tão garotinha saiu de casa para viver sua vida. À medida que aprendia mais sobre si mesma, aprendia mais sobre o homem. Uma das qualidades dele era sua capacidade de expressar seu amor pela família. Onde quer que ele estivesse, ele telefonava para dizer:
- Eu te amo minha garotinha.

Um dia, a menina que já não era assim tão garotinha recebeu um telefonema. O grande homem estava doente. Tinha sofrido um derrame e não conseguia mais falar, sorris, andar, abraçar, nem dizer que amava sua garotinha. Então ele foi para casa. Chegando ao quarto do grande homem, viu sua figura fraca e curvada. Ele tentou falar, mas não conseguiu. A menina fez a única coisa que podia. Deitou ao seu lado, e passou os braços em volta dos ombros inertes do pai.

Apoiando a cabeça em seu peito, ela pensou em muitos momentos. Lembrou como ela se sentia protegida pelo grande homem. Sentiu a tristeza da perda que teria de suportar, a perda das palavras de amor que lhe traziam conforto.
Foi então que ela ouviu, lá dentro do peito do grande homem, as batidas do seu coração.

Indiferente ao dano causado ao resto do corpo, o coração mantinha o seu ritmo. E a mágica aconteceu. Deitada no peito do pai, ela ouviu o que precisava. Ouviu o coração dele bater as palavras que a boca já não podiam dizer...
EU TE AMO, GAROTINHA, EU TE AMO, GAROTINHA...
E ficou consolada.

E ficou consolada.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Cor-ação....

Coração se apaixona, se prende, se envolve, se aquece, se quebra, se amarra, não esquece, entristece, dói, arde,
se ilumina, bate forte, acelera, quer saltar, pula, vai pulando, caí por terra, devagar, vai amansando, qual fera,
querendo matar, querendo lutar, querendo voar, querendo viver, querendo amar, e ser amado, coração chorando
de dor por seu amor, caído, dorido, maltratado, despedaçado, coração partido...
Vamos colar coração despedaçado, todos pedacinhos coladinhos, vamos juntar, não vai ser mais o mesmo.
Mas vamos voltar a amar, acende a chama da paixão, volta a amar, queres sentir teu coração vibrar.
Não quero que sejas triste, com o que perdes-te, voltas a ganhar vida e um novo amor vais encontrar.
Tu partis-te meu coração, estou juntando os pedacinhos, vou colar todinhos.
E voltar a amar, me entregar, se encontrar, quem queira amar, sentir o meu sentir.
Vibrar, como eu desejo, ser amor, ser paixão ardente, qualquer ser vivente, tem direito a amar e ser amado.
A razão do coração é amar e ser amado, o coração vive de dar amor, mas tem de receber amor.
Troca justa e honesta amor com amor se paga, dá amor recebes amor.
Se não dás amor não esperes receber.
Tudo faz sentido, nada é proibido.
Ama e respeita, serás amado e respeitado.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

SEM...

Que nada nos limite, que nada nos defina, 
que nada nos sujeite. Que a liberdade se-
ja nossa própria substância, já que viver é 
ser livre. Porque alguém disse e eu concor-
do, que o tempo cura, que a mágoa passa, 
que decepção não mata, e que a vida sem-
pre, sempre continua.
- Simone de Beauvoir -

terça-feira, 19 de julho de 2011

A ordem é “Livre-se do desnecessário"

sempre completo de novas promessas de renascimento. Cada momento por que passamos é um novo nascimento, uma nova oportunidade para criar um pensamento original, ou tomar uma atitude diferente e cada vez que se deixa para trás um velho conceito a respeito de si mesmo, trata-se de um nascimento. Nascimento e morte são eventos simultâneos, pois alguma coisa velha precisa morrer para dar lugar ao novo.
Então, devemos deixar a vida fluir, deixar o velho ir para o novo ter espaço. Nesse período seremos desafiados a vencer o medo da morte, a agressividade, o apego à matéria, a atitude de vítima. Devemos procurar vencer o orgulho intelectual e subjugar, de uma vez por todas, o ego manipulador que existe dentro de nós. Urge a necessidade de nos libertarmos do desejo de querer controlar as coisas e assim, deixar que as idéias fluam. A ordem é “Livre-se do desnecessário, daquilo que já não serve para nada, desde amizades, leituras, lugares que freqüenta, até as crenças limitadoras que impedem que você seja você mesmo!”.

sábado, 16 de julho de 2011

Sempre e sempre!!!

Sempre existirá...

"Mesmo diante de todos os problemas, da maior das dores, do desabar de tetos, das lágrimas que rolam... Mesmo quando as coisas que sonhamos, as pessoas de quem gostamos, os momentos que nos cativam e os sentimentos que nos confortam se vão... Mesmo quando há mais não que sim, as portas se fecham a todo instante, há mais noite que dia, há mais problemas que soluções... Mesmo quando tudo parece perdido, quando todos parecem ter desistido, quando o provável se torna impossível... ... sempre haverá um caminho. ... sempre haverá uma solução. ... sempre haverá um amanhã. ...enquanto mantivermos brilhando a Luz do Olhar... A Luz que guia, que mostra a esperança, um novo caminho, uma nova alternativa e nos conduz à vitória!"

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Aquilo que somos é o nosso mundo!

A beleza que tanto buscamos está no nosso interior.
Não há roupa, nem penteado que embeleze a falta de caráter.
Vivemos em um mundo preocupado com o exterior,
onde tudo tem que haver uma retribuição,
até no amor, espera-se “recompensa”.
Nas brigas de casais, amigos ou familiares,
quase sempre ouvimos queixas do tipo:
- depois de tudo o que eu te fiz!
Verdadeiras cobranças infundadas,
cheias de mágoa e ressentimento,
frutos das atitudes exteriores que praticamos.
Esperamos demais sem oferecer tanto assim.
Alma querida!
Antes que o sol se ponha novamente, aprenda:
- o que vale é o que vai dentro de você!
Faça tudo com serenidade, mantenha-se de bem com você.
Faça o seu melhor, não espere nada dos outros,
você mesmo deve olhar para o que fez e sentir-se bem.
Ainda que venham críticas, desaforos, mal-agradecimentos,
nada disso vai te afetar, porque você sabe que fez o melhor.
Vista a alma com bons pensamentos,
perfume-a com boas ações.
Penteie as emoções com o bem,
seja uma pessoa linda no seu interior,
e brilhe pelo encanto de refletir na sua face,


a própria face do Criador.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Eu quero saber...

Eu quero saber...
Não me interessa o que você faz para viver,
eu quero saber o que de fato você busca e se você é capaz
de ousar sonhar em encontrar as aspirações do seu coração.
Não me interessa a tua idade.
Eu quero saber se você será capaz de se transformar num tolo
para poder amar, viver os seus sonhos, aventurar-se de estar vivo.
Não me interessa qual o planeta que está em quadrante com a tua lua.
Eu quero saber se você tocou o centro da tua própria tristeza, e se você
tem sido exposto pelas traições da vida ou se você tem se contorcido e
se fechado com medo da própria dor.
Eu quero saber se você é capaz de ficar com a alegria, a minha e a sua.
Se você é capaz de dançar loucamente e deixar que o êxtase te envolva
até a ponta dos dedos dos pés e das mãos, e sem querer nos aconselhar a
sermos mais cuidadosos, mais realistas ou nos lembrar das limitações de ser humano.
Não me interessa se a história que você está me contando é verdadeira.
Eu quero saber se você é capaz de desapontar o outro para se verdadeiro consigo mesmo.
Se você é capaz de escutar a acusação de traição e não trair a sua própria alma.
Eu quero saber se você pode ser confiável e verdadeiro.
Eu quero saber se você pode ver a beleza, mesmo quando o dia não está belo,
e se você pode conectar a sua vida através da presença de Deus.
Eu quero saber se você é capaz de viver com os fracassos, os teus e os meus,
e mesmo assim se postar nas margens de um lago e gritar para o reflexo da lua, "SIM"
Não me interessa onde você moro ou quanto dinheiro você ganha,
eu quero saber se você é capaz de acordar depois da noite do luto e do desespero,
exausto e machucado até a alma, e fazer aquilo que precisa ser feito.
Não me interessa o que você é, ou como você chegou aqui.
Eu quero saber se você irá postar-se no centro do fogo comigo e não fugir.
Não me interessa onde, o quê ou com quem você estudou.
Eu quero saber o que te sustenta interiormente quando tudo o mais desabou.
Eu quero saber se você é capaz de ficar bem consigo mesmo, e se você
realmente é boa companhia para si mesmo nos momentos vazios.

domingo, 26 de junho de 2011

Ensinamentos das MÃES DE ANTIGAMENTE

Pra lembrar,  e rir.
Coisas que nossas mães diziam e faziam...
com a gente e por isso não saímos seqüestrando a namorada, calculando a morte dos pais, ajudando bandido a sequestrar a mãe, não nos aproveitamos dos outros, não pegamos o que não é nosso, nem matando os outros por ai, etc...Era uma forma, hoje condenada pelos educadores e psicólogos; Minha mãe ensinou a... 

"ME RESPONDE DE NOVO E EU TE ARREBENTO OS DENTES!"


Minha mãe me ensinou a 
"EU TE AJEITO NEM QUE SEJA NA PANCADA!"





Minha mãe me ensinou a 
"SE VOCÊ E SEU IRMÃO QUEREM SE MATAR, VÃO PRA FORA. ACABEI DE LIMPAR A CASA!"


Minha mãe me ensinou  
"PORQUE EU DIGO QUE É ASSIM! PONTO FINAL! QUEM É QUE MANDA AQUI?"





...Minha mãe me ensinou o que é   
"CONTINUA CHORANDO QUE EU VOU TE DAR UMA RAZÃO VERDADEIRA PARA VC CHORAR!"



 Minha mãe me ensinou a   
" FECHA A BOCA E COME!"


Minha Mãe me ensinou sobre 
"ESPERA SÓ ATÉ SEU PAI CHEGAR EM CASA!"



Minha Mãe me ensinou sobre  
"CALMA!... QUANDO CHEGARMOS EM CASA VOCÊ VAI VER SÓ..."

Minha Mãe me ensinou a  
"OLHE PARA MIM! ME RESPONDA QUANDO EU TE FIZER UMA PERGUNTA!"

Minha Mãe me ensinou sobre 
"SE VOCÊ CAIR DESSA ÁRVORE VAI QUEBRAR O PESCOÇO E EU VOU TE DAR UMA SURRA!"



Minha Mãe me ensinou sobre o  
"SE VOCÊ NÃO COMER ESSAS VERDURAS, OS BICHOS DA SUA BARRIGA VÃO COMER VOCÊ!"



Minha Mãe me ensinou sobre   
"VOCÊ É IGUALZINHO AO SEU PAI!"



Minha Mãe me ensinou sobre minhas   
"TÁ PENSANDO QUE NASCEU DE FAMÍLIA RICA É?"

Minha Mãe me ensinou sobre a  
"QUANDO VOCÊ TIVER A MINHA IDADE, VOCÊ VAI ENTENDER."

Minha Mãe me ensinou sobre  
"UM DIA VOCÊ TERÁ SEUS FILHOS, E EU ESPERO ELES FAÇAM PRÁ VOCÊ O MESMO QUE VOCÊ FAZ PRA MIM! AÍ VOCÊ VAI VER O QUE É BOM!"

RELIGIÃO... 
"MELHOR REZAR PARA ESSA MANCHA SAIR DO TAPETE!"

Minha mãe me ensinou o  
"SE RABISCAR DE NOVO, EU ESFREGO SEU NARIZ NA PAREDE!"

Minha mãe me ensinou 
"OLHA SÓ ESSA ORELHA! QUE NOJO!"

Minha mãe me ensinou 
"VAI FICAR AÍ SENTADO ATÉ COMER TODA COMIDA!"



Minha mãe me ensinou habilidades como
"NÃO RESMUNGUE! CALA ESSA BOCA E ME DIGA POR QUE É QUE VOCÊ FEZ ISSO?"


Minha mãe me ensinou a  
"EU TE AJEITO NUMA PANCADA SÓ!"

Minha mãe me ensinou a  
"SE VOCÊ NÃO ABAIXAR O VOLUME, EU VOU AÍ E QUEBRO ESSE RÁDIO!"



Minha mãe me ensinou a
"SE EU FOR AÍ E VOCÊ NÃO TIVER TERMINADO ESSA LIÇÃO, VOCÊ JÁ SABE!..."

Minha mãe me ajudou na  
"JUNTA AGORA ESSES BRINQUEDOS!! PEGA UM POR UM!!"

Minha mãe me ensinou os  
"VOU CONTAR ATÉ DEZ. SE ESSE VASO NÃO APARECER VOCÊ LEVA UMA SURRA!"




Brigadão, Mãe !!!    Eu não virei bandido.

OS PSICÓLOGOS QUE ME PERDOEM...



MAS EU ACHO QUE ESSA PSICOLOGIA FUNCIONAVA MESMO...KKKKKKKK