sábado, 17 de maio de 2014

Ser Mãe...

É o projeto mais nobre e encantador de uma vida,
Que transforma a frágil mulher em lutadora aguerrida,
É uma entrega constante de tudo o que tem,
É investimento árduo e abençoado também.

Ser Mãe...
É a missão do mais puro amor autodoado,
Que transforma a alma fria num coração inflamado,
É passar noites inteiras acordadas sem sequer cochilar,
É transformar a simples casa em aconchegante e doce lar.

Ser Mãe...
É o investimento mais lucrativo para o futuro da criança,
Que transforma o filho frágil num homem cheio de esperança,
É doar-se a si mesma no seio que a fome sacia,
É trabalho que começa cedo pra não ter despensa vazia.

Ser Mãe...
É deixar exalar a fragrância delicada do perfume da vida,
Que transforma o deserto em jardins de flores coloridas,
É botão de rosas que se abre com pétalas avermelhadas,
É a imagem mais querida, amada e desejada.

Ser Mãe...
É a expressão do mais puro amor que o ser humano pode gerar,
Que perdoa a mais insana alma e a todos pode abençoar,
É manancial de água pura sempre disposta a jorrar,
É a vela que ao queimar, se acaba, enquanto ilumina o lar.