segunda-feira, 1 de abril de 2013



Num quarto escuro, sussurros.
Carícias, promessas de momento
Sem pensar em futuro. 
Beijos que se trocam.
Corpos que remexem.
Mãos que se tocam.
Sexos que se medem. 
Mais gemidos, mais sussurros.
Uma cama e o quarto escuro.
Pernas que se entrelaçam.
Braços que se abraçam.
Uma luz, um chão,
Um tapete e sensação.
Fantasia e emoção.
Sexo e tesão. 
No banheiro, sobre a pia,
Mão no espelho. Arrepia!
Um grito.
Unha que arranha.
Carne que se abre ,
Penetra na entranha.
No chuveiro, sob a água
Sobre os corpos correm línguas
Renascemos os desejos
Revivemos nossas minguas. 
Reinício, recomeço,
Novamente vamos nós,
Num amor tão intenso,
Quando estamos a sós. 
Um suspiro longo e profundo,
Mais amor e entusiasmo.
Somos donos do mundo,
Atingimos novo orgasmo. 
Vivemos assim nosso sonho
De amor e fantasia.
Trocamos amor e carícias
Do anoitecer ao novo dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário