sábado, 17 de maio de 2014

Ser Mãe...

É o projeto mais nobre e encantador de uma vida,
Que transforma a frágil mulher em lutadora aguerrida,
É uma entrega constante de tudo o que tem,
É investimento árduo e abençoado também.

Ser Mãe...
É a missão do mais puro amor autodoado,
Que transforma a alma fria num coração inflamado,
É passar noites inteiras acordadas sem sequer cochilar,
É transformar a simples casa em aconchegante e doce lar.

Ser Mãe...
É o investimento mais lucrativo para o futuro da criança,
Que transforma o filho frágil num homem cheio de esperança,
É doar-se a si mesma no seio que a fome sacia,
É trabalho que começa cedo pra não ter despensa vazia.

Ser Mãe...
É deixar exalar a fragrância delicada do perfume da vida,
Que transforma o deserto em jardins de flores coloridas,
É botão de rosas que se abre com pétalas avermelhadas,
É a imagem mais querida, amada e desejada.

Ser Mãe...
É a expressão do mais puro amor que o ser humano pode gerar,
Que perdoa a mais insana alma e a todos pode abençoar,
É manancial de água pura sempre disposta a jorrar,
É a vela que ao queimar, se acaba, enquanto ilumina o lar.


terça-feira, 11 de março de 2014



Todo ano a mesma peregrinação…  Mastologista, ginecologista,
oftalmologista, dentista… Mas um dia, resolvi incluir um “ISTA” novo na
minha odisséia…  um DERMATOLOGISTA.

Já era hora de procurar uns creminhos mágicos prá tentar retardar ao
máximo as marcas da inevitável entrada nos ENTA.  Prá ser sincera e nem um pouco modesta, entrei gloriosa nesta seita… tudo maravilhoso. Na verdade, me sentia espetacular. Tudo certo. Ninguém podia cantar prá mim a ridí­cula frase da Adriana Calcanhoto : ” nada ficou no lugar…”

Mas não sei o que deu no espelho lá de casa, que resolveu, do dia para a
noite, tomar ares de conto de fadas. Aliás, de bruxas, rss... 
E mostrar coisinhas que nunca haviam aparecido. (Ou eu não havia notado?).
Pontinhos azuis nos tornozelos, pintinhas no colo, nos braços, bolinhas 
vermelhas na bunda… olheiras mais aparentes…  Como assim???
Assim… sem avisar nem nada.  De repente o idiota resolveu mostrar e
pronto. Ah, não! Isso não vai ficar assim. ISTA  novo na lista do
convênio.  O melhor. Queria o melhor especialista de todos os ISTAS…

Achei. Marquei. E fui tão nervosa quanto para um encontro “bem
intencionado” daqueles que a gente escolhe a roupa í­ntima com cuidado,
que é para não fazer feio… nem parecer que foi uma escolha
 proposital… Sabe como é, né?

Pois sim. O sujeito era um dermatologista famoso.  Via e cutucava a pele
de toda a nata feminina e masculina da cidade. Assim, me armei de
humildade. Disposta a mostrar cada defeitinho novo que estava observando, através do maquiavélico e ex-amigo espelho de meu quarto.

Depois de fazer uma ficha com meus dados, o “doutor” me olhou, finalmente nos olhos, e perguntou: “O que lhe trouxe aqui ?”  Fiquei vermelha como um tomate. E muda. Ele sorriu e esperou.  Quase de olhos fechados, desfiei minhas queixas.  Ele observou ” in loco” cada uma delas, com uma luz de 200 wtz e uma lupa…  e começou o seu diagnóstico.

- “As pintinhas são sinais de sol, por todo o sol que já tomou na vida.
Com a IDADE (tóin!) elas vão aparecendo, cada vez mais numerosas. Vai
precisar de um protetor solar para sair de casa pela manhã, mesmo sem ir à praia.  Para dirigir mesmo. Braços e pernas e rosto e pescoço.

- E a praia?

- Evite. Só de 6 às 10 da manhã, sob proteção máxima, guarda sol, óculos e chapéu.  Bronzear-se, nunca mais.”

- Ahmmm… (a tchurma só chega às 11:00 !!!!)

- “Os pontinhos azuis são pequenos vasos que não suportam a pressão do corpo sobre os saltos altos. Evite. Sapatos, só com solado anabela ou baixos, de preferência.  Compre uma meia elástica, Kendall, para quando tiver que usar os saltos altos.”

- Ahmmmaaaa… ( Kendall???e as minhas preciosas sandalinhas ??? )

- “As bolinhas na bunda são normais, por causa do calor. Para evitá-las
use mais saias que calças.  Evite o jeans e as calcinhas de lycra. As de
algodão puro são as melhores…e folgadas.”

- Ahmnunght ???? ( pude ” ver” as de minha mãe, enormes, na cintura, de
florzinhas cor de rosa…..vou chorarrrrrr ! )

- “As olheiras são de famí­lia. Não há muito o que fazer. Use esse
creminho à noite, antes de dormir e procure não dormir tarde.
Alimentação leve, com muita fruta e verdura, pouca carne e muito peixe.
Nada de tabaco, nem alcool… nem café.”

E a histérica aquí­ começou a rir…

Agradeci, peguei suas receitinhas e saí­ rindo, rindo… me dobrando de
tanto rir !  No carro comecei a falar sozinha… tudo o que deveria ter
dito e não disse:

” Curto muito a vida, doutor… muitas noites vou dormir às 3h, escrevendo, lendo ou saindo. 
Bebo de vez em quando e já fumei antes de ser mãe. Tomo café, adooooro. 
Adooooro os saltos, principalmente nas sandálias fininhas. Impossí­vel a
meia elástica (argh!!).  Calcinhas de algodão ? E folgadas ???  Adoro as
justinhas e rendadas…  E não abandono meu jeans nem sob ameça de morte!!! É meu melhor amigo !!!  Dormir lambuzada ? Neste calor ?  E minhas duchas frias com sabonete Johnson para ficar fresquinha como um bebê, cada noite ?  E nada de praia ??? O senhor está louco é ??? Endoideceu foi ??? Adooooro mar, Sol, Praia e tenho só 50 anos… meia vida inteira pela frente !!!

"Doutor Fulustreco", na minha idade não vou viver como se tivesse feito
trinta anos em um!!! Até um dia desses tinha 49… e agora em vez de 50
estou fazendo 70 ???  Inclua aí na sua lista de remédios prá as de 60
à 70 anos.
MEIA LUZ…  Acho que é só isso que eu preciso.  Um bom abajur com uma
luz de 15 wts…  E um namorado que use óculos… É isso… só isso !!!
 Entendeu ???

Parei no sinal e olhei de lado… e um garoto de uns 35 anos piscou o
olho prá mim. Ah… e ele nem usava óculos !

Nunca fiz o que me recomendou o "doutor fulustreco ISTA" …

Minhas olheiras são parte de meu charme. E valem o que faço pelas noites a dentro…  Ah !!! se valem ! As bolinhas da bunda desapareceram com uma solução caseira de vitamina A, que quase todas as mulheres usavam e eu não sabia, até que contei prá uma miga minha minha historinha do “bruxo mau”.  Os sinaizinhos estão aqui… sem grandes alardes… e até que já acho bonitinho. O espelho que uso agora é muito menor…o outro eu dei prá minha filha.

E meu namorado diz que estou cada dia mais linda ! Principalmente quando estou de saltos e rendas, disposta a encarar uma noite de vinhos e música. É claro que ele usa óculos.  Mas quando quero ficar fatal, tiro
os seus óculos e acendo o abajur !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Andréa L
12-03-2014

domingo, 7 de julho de 2013

Você...

Quando te vi,  pela primeira vez
não tive dúvidas era você que eu
queria para a vida inteira.

Senti pela primeira vez o amor
ardendo em meu corpo e fazendo
meu coração ficar em chamas.

Sei que senti o mesmo por mim
mas não tens a coragem de falar
mas o teu olhar, 
já diz tudo o que eu quero saber. 

Esse amor que bate
forte em seu peito já faz algum tempo.

Não sei se sabes, 
mas quando fica triste,
sinto algo que vai desmoronar
dentro de meu coração...

mas quando estás feliz,
meu céu fica cheio de estrelas.

Por isso, meu amor:
quero que saibas, 
quando você chora eu choro contigo,

quando sofres, eu sofro junto também,
mas se estás sorrindo,
fico alegre por ti.

Meu amor eu te peço:
Não desistas tão facilmente
lute até o fim
sei que ainda me quer..
assim
como eu te quero também,
deixe que o nosso destino
transforme num só. 



sexta-feira, 31 de maio de 2013

Ser o silêncio da noite,
arder em tua pele cortando feito açoite.
Ser tempestiva chuva,
percorrer teu rosto feito lágrima,
soprar teus cabelos igual ventania.
Ser tua resposta imediata,
o teu porto seguro no caminho incerto.
Ser uma flor de lótus em teu deserto,
o orvalho a saciar tua sede.
Ser pássaro livre para alçar grandes vôos contigo,
cair com leveza no chão,
repousar teu corpo nas folhas secas.
Beijar teus lábios com pura paixão,
ser teu sonho desenfreado de realidade,
brilhar nos teus olhos com sabor de saudade.
Sentir, chorar, tocar teu ser,
doer devagarinho por dentro,
ser tua alegria, ser teu alento
ser o teu viver.