quarta-feira, 3 de agosto de 2011

SEM...

Que nada nos limite, que nada nos defina, 
que nada nos sujeite. Que a liberdade se-
ja nossa própria substância, já que viver é 
ser livre. Porque alguém disse e eu concor-
do, que o tempo cura, que a mágoa passa, 
que decepção não mata, e que a vida sem-
pre, sempre continua.
- Simone de Beauvoir -

Nenhum comentário:

Postar um comentário